terça-feira, 6 de setembro de 2011

Ah, se eu soubesse...

Ah... mas seu eu soubesse que o amor tava logo ali do lado,
tão assim repentino, chegando bem devagarinho...
Chegou chegando, me encantando.
Já fazia um bom tempo que meu coração não se transbordava
de tanta alegria, que meu rosto tinha um sorriso bobo.


Quando deito, vem a vontade do seu beijo...
acompanhado de desejo e logo caio a sonhar,
no sonho, ganho o teu abraço e junto com um amasso.
Depois quieto juntinho, cheio de carinho.


E pra você que me fez reencontrar a felicidade do amor,
abro o meu peito, só pra fazer você entrar,
mas entra com força, toda boba, com vontade de me amar.




Matheus

Um comentário: